Hospital São Francisco de Assis - Tudo por uma Vida
Brinquedoteca

A Brinquedoteca nos hospitais do Brasil atualmente estão se tornando uma realidade. A lei N° 11.104 tornou obrigatória a instalação de brinquedotecas nos hospitais brasileiros. Esta lei surgiu a partir dos movimentos de humanização nos hospistais e simboliza que a inclusão do brinquedo neste ambiente tem sido concebida como parte da assistência às crianças e aos adolescentes hospitalizados.

A hospitalização, embora necessária, pode trazer à criança eventos traumáticos, dolorosos e invasivos, além de estar em um ambiente diferente e assustador, pois todo o ambiente natural e lúdico da criança ficou em casa. O brincar dentro do ambiente hospitalar, então, traz de volta as significações da criança e auxilia no alívio do estresse e da insegurança, pois através dessas atividades ela cria vínculos e sente-se mais protegida.

É também a forma como pode encarar seus medos e problemas relacionados à doença e ao estado de hospitalização, ao novo mundo provisório em que agora vive, aos novos hábitos e novas regras.  A partir do brincar a criança transforma-se deixando de ser paciente, para retomar a sua existência infantil. E essa transformação tem grande participação no processo de cura. Com os jogos e brinquedos, o serviço inclui os pais e acompanhantes nesse processo, proporcionando assim a diminuição do estresse vivido pelos pais por ocasião da hospitalização do filho, colaborando positivamente no vínculo familiar.

Todas as crianças internadas nos setores de Clínica e UTI Pediátrica são avaliadas e acompanhadas pela Terapeuta Ocupacional, que também orienta as atividades. Os atendimentos podem acontecer individualmente ou em grupo, buscando sempre a interação da família com as crianças. O brinquedo é disponibilizado de acordo com a preferência da criança e do adolescente, sua idade, suas possibilidades de acordo com seu estado clínico e a cultura familiar. Os atendimentos acontecem de segunda a sexta-feira, em horário variado, de acordo com a rotina do setor no qual a criança está internada.


NOTÍCIAS e Artigos